Seus Posts: Alexandra Lopes Barello

Nesse caso, você credita o acontecido a um “bloqueio”, uma falta de criatividade total e completa que o impede de prosseguir. ... Sou muito minuciosa ao ...

Leia Mais

Um escritor, amigo e leitor do blog me escreveu, fazendo a seguinte pergunta: “Escute, um amigo meu viu a proposta de uma editora que pretende fazer uma ...

Todo escritor sabe que as ideias para os artigos, contos, romances, poesias, etc., estão em toda parte. Livros, sites e cursos sobre escrita nos dizem para ...

Leia Mais

Este artigo é comprido e merece ser lido com cuidado. Ele é útil para aqueles que terminaram de contar uma história e sabem que estão próximos das grandes ...

Leia Mais

Vamos por partes: o pressuposto inicial é que você acabou seu texto, já fez uma revisão bem precisa (coerência e coesão), garantiu que seu texto não tem erros ...

Leia Mais

Tudo bem, eu te entendo. Você tem 1000 coisas para fazer por dia e não tem tempo para mais nada e sua história ficou em último plano . Sim, estou com você, de ...

Leia Mais

Eu sempre soube que seria escritora. Claro que a vida dá voltas e que fazemos opções das quais nos arrependemos, posteriormente. Eu não fiz muitas... Mas ...

Leia Mais

Por Ronaldo Lemos O Creative Commons é um projeto global, presente em mais de 40 países, que cria um novo modelo de gestão dos direitos autorais. No ...

Leia Mais

Um post gigante sobre algo fundamental Robert Anton Wilson, ou RAW, como é conhecido pelos fãs, nasceu em 1932 e faleceu em 2007. Ele era escritor, ...

R$ 15 R$ 300 Conhecer
Browsing All Comments By: Alexandra Lopes Barello
  1. Reply
    Madame Livro agosto 14, 2011 at 10:26 pm

    Oi pessoal!
    As perguntas chegaram e eu resolvi “escondê-las” para que nossa convidada não as lesse, antes da hora. Ficou apenas a primeira — como guia — e aproveito para agradecer a Marilia por ser nosso “farol” nessa praia.
    Na próxima semana, você lerá a entrevista completa.
    Agradecemos a todos que participaram! 🙂

  2. Reply
    Madame Livro setembro 15, 2011 at 3:22 pm

    Sou suspeita, mas amei esse post! Estou louca para ler o da próxima semana! 🙂

  3. Reply
    Madame Livro setembro 21, 2011 at 11:46 am

    Pessoal, misteriosamente, dois links dessa página, que antes funcionavam, não funcionam mais! Um deles é o do site da CIA… Outro, também era de um organismo internacional… Antes de sermos perseguidos (huahuahauhau) desconectamos as ligações, ok? 🙂

  4. Reply
    Madame Livro setembro 27, 2011 at 4:54 pm

    Obrigada, Soraya!
    Volte sempre!!! 🙂

  5. Reply
    Madame Livro setembro 26, 2011 at 6:42 pm

    Tiozão, magoe com o WordPress e não comigo!!!
    O que aconteceu é que, a cada vez que o Worbooker atualizava automaticamente as postagens no Facebook, aparecia o banner do Blogueiros do Brasil, ao invés da imagem do artigo. Mudamos o banner de local, mas de nada resolveu.
    Estamos esperando agora a boa vontade de nosso webmaster para ver se é algo relacionado ao nosso tema, ao widget, ou a qualquer outro mistério…
    Já já volta!
    Obrigadinha!

  6. Reply
    Madame Livro agosto 17, 2011 at 7:06 pm

    Também achei, Braza!:)

  7. Reply
    Madame Livro agosto 14, 2011 at 7:12 pm

    Oi Francilangela.
    Primeiro, obrigada pelo comentário!
    Então, não sei se entendi direito a pergunta, mas vou responder como me parece mais coerente.
    O procedimento sugerido pelo post está mais voltado para as editoras que bancam a publicação.
    No caso de editoras sob demanda, a escolha é basicamente sua: você determina aquela que lhe parece melhor, faz um orçamento e solicita a publicação.
    Agora, a partir do momento em que escolher uma editora para publicar seu livro (ou que for escolhida por uma editora que banca a publicação), não pode publicar o mesmo título por outro lugar, até porque o ISBN fica vinculado à editora.
    Isso não impede que enquanto estiver no processo de envio de material, mande para 10, 100 ou 1000! Mas definido, é um local só.
    Me expliquei?
    Se ainda ficou dúvida, por favor, poste um novo comentário, ok?

  8. Reply
    Madame Livro agosto 14, 2011 at 7:10 pm

    Oi Francilangela.
    Acho que é um caminho, mas é preciso tomar cuidado.
    A parte mais complicada do trabalho editorial é a venda. No caso de editoras sob demanda, a preocupação fica por conta de tornar o seu manuscrito, num livro publicado.
    Mas publicado, não quer dizer comercializado… E o trabalho de vender fica quase que 100% para o autor, o que é totalmente diferente do caso das editoras que bancam sua publicação.
    Agora, se sua rede de contatos é grande, se acha que poderá fazer as vendas, se é uma professora, ou palestrante, ou alguém que pode usar o livro como uma conexão profissional, este tipo de publicação pode ser valioso, porque te dá o controle total sobre o seu produto.
    Respondido? 🙂

    Aproveito para te convidar para “curtir” a fan page da Madame no Facebook (www.facebook.com/pages/Madame-Livro/227496023954956?ref=hnav) e te lembrar de fazer o cadastro na nossa news, que nesta quinzena estará para lá de especial!
    Abraço grande para você!

Central do Autor